"gosto de ti porque tu não és a típica rapariga que precisa de um rapaz para se sentir segura de si mesma, até porque tu não precisas de um rapaz de todo. Gosto de ti, por seres o oposto, por seres o tipo de rapariga que os rapazes precisam."

e eu gosto quando me dizem coisas bonitas como esta.

13 heart(s):

Anónimo disse...

achaste super inteligente para teres um blog e depois nem as frases com letras maiusculas começas? ha que ter a noção do rídiculo.

Margarida C' disse...

Querido(a) anónimo;
eu não tenho um blog porque me acho super inteligente, tenho um blog porque gosto de escrever e partilhar o que sinto. É tão simples quanto isso. Se ás vezes não começo as frases com letras maiúsculas é porque, para mim, o mais importante é expressar-me não esses pormenores (que obviamente são muito importantes quando se escreve formalmente, mas não quando o meu único objectivo é escrever sobretudo para mim). Escrevo o que penso, exactamente da maneira como me surge, razão pela qual muitas vezes as vírgulas não estão colocadas da maneira convencional, afinal elas são a respiração das minhas frases, e eu posso colocá-las da forma que bem entender, pelo menos aqui.
A única coisa que eu acho ridícula no seu comentário é criticar a minha falta de inteligência e dar erros ortográficos. Mas isso é só uma opinião.

Anónimo disse...

depois nao digas que nao te achas o maximo. posso ser sincera? odeio o teu blog e odeio ainda mais a tua personalidade. é que todos os teus posts são egocentricos e futeis. as coisas que tu consideras bonitas sao completamente vulgares.

Margarida C' disse...

até me custa acreditar que me dás importância ao ponto de me odiares. só não percebo é porque se me detestas e detestas o que escrevo, porque é que lês todos os meus posts?

Anónimo disse...

gosto de ver até que ponto é que tu consegues ser egocentrica e achar que o mundo gira à tua volta. Queres uma nuvidade? Não gira, gira à volta de uma constelação chamada SOL, sabias?!
Desde quando é que odear-te é darte importância?? -.-''' es mesmo egocentrica, e impressionante.

Margarida C' disse...

nem me vou dar ao trabalho de responder aos teus comentários, a tua estupidez fala só por si. Felicidades.

Mariana disse...

Querido Anónimo (neste caso, querida),
ainda não conseguiste perceber que a única pessoa "errada" no meio disto, és tu? O pior que podemos fazer às pessoas das quais não gostamos é dar-lhes desprezo. Se não gostas da Margarida mas lhe dás tanta importância, é porque afinal lá no fundo ela até te é alguma coisa...nem que seja só a imagem de quem tens tanta inveja. E digo-te já, a inveja é uma coisa muito feia. A Margarida não está aqui para agradar a ninguém, para se mostrar nem nada que se pareça. Ela é uma pessoa, uma pessoa normal como tantas outras, com os seus medos, felicidades e tristezas, e tem um blog onde partilha tudo isso...não só com os outros mais principalmente consigo própria. Se tu não gostas dela e muito menos do que ela escreve, então o melhor mesmo é não vires aqui, ou então vires mas permaneceres no silêncio. Sabes o que é uma pessoa massoquista? Se não sabes digo-te já; és tu. É que só podes ser mesmo. Pelo menos eu, e a maioria das pessoas (pelo menos as decentes), quando não suporto uma coisa simplesmente me afasto dela, evito-a, NÃO LHE DOU IMPORTÂNCIA, agora tu, minha cara, fazes exactamente o oposto.
O Mundo não gira à volta da Margarida e tenho a certeza que ela não o acho...agora tu, para teres o descaramento e a falta de bom senso para vires aqui dizer tal coisa, é porque achas que o mundo gira à TUA volta. Peço desculpa, mas não. Não gira.
E confesso, acho uma certa piada ao facto de vires corrigi-la e apontar-lhe o erro de que não começa as frases com letra maiúscula, quando tu em cada cinco palavras dás dez erros. Enfim, és triste. És muito triste. És o tipo de pessoa que torna o Mundo num sítio muito triste de se viver. Sorte a nossa, que és tão invisivel que nem damos pela tua presença.
Ah, e também gostei da tua observação quando ao Mundo girar à volta do Sol, muito inteligente de facto, mas para a próxima certefica-te que sabes que o Sol é uma estrela, não uma constelação.

Rita Gomes disse...

Querida anónima, se detestas este blog, porque continuas a ser otária ao ponto de continuares a vir cá e a comentares? eu a isso chamo de autêntica estupidez e inveja por não teres a capacidade da Margarida para escreveres textos assim :)
antes de criticares alguém vê-te ao espelho.

quanto ao texto minha querida, gostei muito :)
beijinho

nés, disse...

"Queres uma nuvidade? Não gira, gira à volta de uma constelação chamada SOL, sabias?!"
... *suspiro*
acho engraçado como o anónimo resolveu embirrar por não começares as frases por letras maiúsculas, e depois além de também não o fazer, também se recusa a fazer acentos e dá erros ortográficos de 4º ano.
também faço isto muitas vezes, e também uso vírgulas no sítio errado, porque, realmente, o que tentamos fazer é transmitir algo, transmitir o que vejo e como vejo, não construir um dicionário.
gosto muito do teu blogue, e duvido que escrevas para alguém que não tu mesma, por isso nem ligues aquele tipo de comentários x.x

Maria Alves disse...

Querido anónimo,

Antes de mais, peço imensa desculpa por estar a intervir nesta conversa tão interessante e inteligente (ou se calhar nem peço), mas não resisti. Sabes, gosto sempre de partilhar a minha opinião, sobretudo acerca de infelizes como tu.

1. Criticas a Margarida por não começar as frases com letras maiúsculas. Examinemos, então, os teus comentários:

a) "achaste" é "achas-te". (E já agora, se está no início da frase, a letra é maiúscula, não é?)
b) " maiusculas" é "maiúsculas".
c) "ha" é "Há".
d) "nao" é "não".
e) "egocentricos" é "egocêntricos".
f) "futeis" é "fúteis".
g) "sao" é "são".
h) "nuvidade" é "novidade".
i) "darte" é "dar-te".

2. O Sol é uma estrela, e não uma constelação (se não souberes o significado, vai ao dicionário).

3. Gastei o abcedário quase todo só para mencionar as tuas desgraças a nível da tua língua materna.

4. "Odiar" (sim, porque é com "i" e não com "e") é um vocábulo de significado bastante forte, o qual tu usaste numa pessoa que não conheces. Só mostra a tua incapacidade de reconhecimento sentimental.

5. Que seu saiba, a ideia geral das pessoas que têm um blog é postar coisas que lhe digam algo, quer textos, imagens ou músicas, e não "vou criar uma página para mostrar a toda a gente que começo as frases com maiúsculas".

6. As coisas que a Margarida considera bonitas não têm a ver com o teu cérebro de ervilha. O blog é dela, o espaço é dela, o coração é dela, e mais ninguém é para aqui chamado.

7. Se podes ser sincera? Claro que podes. Mas sabes o que podes fazer mais? Ter opiniões formuladas, estruturadas, ou minimamente pensadas. Não é a usar expressões de criança de 10 anos que chegas lá, queridinha.

8. Gostei especialmente da tua resposta quando foste confrontada. "Então por que vês todos os meus posts?" "Gosto ver até onde chegas a ser egocêntrica". LOL, a sério, tens imensa piada.

9. Uma pessoa inteligente, adulta, consegue mostrar quem é. Ao contrário de ti, que te escondes nesses comentários anónimos idiotas.

Passa bem, fofinha, e pensa bem antes de falar.

Leonor disse...

Anónimo:
- achaste escreve-se achas-te
- nuvidade escreve-se novidade
- odear-te escreve-se odiar-te
- darte escreve-se dar-te
Isto para não mencionar todos os acentos que não colocaste.
Sabes o que é que te está a fazer falta? Criares um blog muito bom, para te achares muito inteligente, para começares as frases com letras maísculas, para teres noção do rídiculo, para te achares o máximo, para escreveres coisas bonitas e nada vulgares e para nos dares uma lição sobre Astronomia.
Talvez quando mostrares o que vales ganhes o direito de criticar o que quer que seja.
E Margarida, adoro o teu blog e adoro tudo o que tu escreves. E este post fez-me pensar imenso naquilo que é realmente importante: sermos nós mesmos independentemente de gostarem de nós ou não. Sermos amados pelo que somos. Amei.
Beijinhos

Margarida C' disse...

muito obrigada, minhas queridas. De facto têm toda a razão e não vale a pena ligar aos comentários desta anónima :)
Beijinhos

Filipa disse...

Tens graves problemas de atenção e afirmação anónimo.
Criticas a escrita da Margarida quando tu não consegues criar uma frase sem que dês pelo menos 5 erros.
Tentas fundamentar a tua resposta e o teu pensamento com uma afirmação sem o minimo de fundamentação ("Não gira, gira à volta de uma constelação chamada SOL, sabias?! - aposto que ela não sabia isso. A Margarida, como qualquer pessoa minimamente culta sabe que o Sol não é uma constelação).
Sim, querida anónima, odiar é dar importância a alguem.
Tens todo o direito para dar a tua opinião (mesmo que esta seja negativa), mas quando a dás deves fundamentá-la com argumentos válidos. Não deves vir ao blog de alguem criticar o que não sabes fazer e depois não ter nenhuma fundamentação válida para sustentar a tua posição.

Sim, de facto, a Margarida é uma pessoa impressionante, e para ver beleza em coisas "completamente vulgares" é preciso ter um nível que nunca vais ter - um nível que ela tem.
O teu blog é fantastico e tu és uma pessoa ainda mais fantástica. Amo-te gorda.